Aos Compositores

Dia 7 de outubro é o Dia do Compositor Brasileiro, e como temos bons em todos os estados desta federação!

Mas quando se fala de compositor, podemos perguntar se de música e letra ou de cavalo?

Para quem não sabia, quem trata cavalo de carreira, também é chamado de compositor, mas neste caso estamos a dizer do dia do compositor de música e de letra, meu caso, esse trabalha descobrindo a melodia que existe entre os versos ou os versos que cabem em determinada melodia.

Compor ou escrever letras para músicas é um ato de inspiração, é a capacidade que os compositores têm de perceberem intuitivamente as melodias e ou as poesias que estão no infinito para materializa-las, e essa faculdade independe da capacidade intelectual do agente.

Sim, quem compõe pela inspiração, não fabrica nem letra e nem música pela capacidade intelectual, entra no mundo da poesia ou da música no plano espiritual de uma forma mediúnica e retira de lá joias raras de cultura artística pelo dom.

E como diz o ditado, dom é de quem tem e compor é uma arte divina, que o compositor antes de encarnar aqui, arreglou com Deus o privilégio e a missão de fazer de seu talento, uma ferramenta de transmissão cultural, como fonte revolucionária às consciências.

Assim o real compositor, produz obras musicais e literárias que elevarão o sentido da vida, traduzindo em sua arte os desígnios de Deus, alguém já me escreveu que “A MÚSICA É A LINGUAGEM DOS ANJOS e os ARTISTAS SÃO OS ANJOS QUE LEVAM AO POVO ESSA LINGUAGEM“.

Portanto quero reder nossa homenagem a todos os compositores conscientes de sua missão, que fazem da arte meio de vida, mas sobre tudo, meio de educação e cultura.

Para pensar: Porque o dia 7 é o Dia do Compositor Brasileiro? Quem souber me informa, que em nome deles presentearei, por sorteio se houver mais de um interessado, com nosso LIVRO AGENDA GAÚCHA/2017 – uma composição literária histórica!